FFArtboard 7.png
FFArtboard 6.png
FFArtboard%205_edited.png

Nasceu no Estoril em 1987. Formada pela Escola Profissional de Teatro de Cascais, pela Universidade de Évora e Universidade Estadual de Campinas (BR), frequentou uma Pós-Graduação em Dramaturgia e Guionismo na ESMAE.

Directora Artística da Colecção B Associação Cultural (Évora) onde programa vários Ciclos de artes performativas contemporâneas.

Durante seis anos leccionou Teatro/Circo nos cursos de fim de tarde do Chapitô (Lisboa) onde todos os anos apresentou um espectáculo diferente, todos com dramaturgias originais.

Em 2015, foi uma das representantes portuguesas no projecto École Des Maîtres com a coordenação do encenador Ivica Buljan (HR).Trabalhou como intérprete com Mickaël de Oliveira no Coletivo 84, Fernanda Lapa na Escola de Mulheres, Rodrigo Francisco na Companhia de Teatro de Almada, Carlos Avilez no Teatro Experimental de Cascais e ainda com Marta Bernardes e Pedro Gil. Criou para o festival Escrita na Paisagem a performance “Kamasutra machine”, para a Música Portuguesa a Gostar dela Própria a vídeo performance “Sapateando” e “Processa-me: uma carta de amor a Neto de Moura”.

Apoiou a criação de “A cada velhinha que ela grava é a minha avó que não morre” para A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria/ TNDM II e “Memorial” de Lígia Soares.

Em 2019 o seu solo “Espectáculo de amor” estreou no Serralves em Festa e foi depois apresentado em várias cidades portuguesas. Em 2020 criou a peça radiofónica “Combate de amor” para a Um Colectivo.

Escreveu, dirigiu e interpretou Manifesto Funesto para a Colecção B/Artes à Rua.

Encontra-se neste momento a co-criar “Plano comensal de leitura” de Marta Bernardes, uma co-produção da Colecção B para o S.Luiz Teatro Municipal/ T.Viriato/ Museu da Cidade.

FFArtboard 8.png

Vanda R. Rodrigues

Direcção artística e gestão do projecto