FFArtboard 7.png
FFArtboard 6.png
FFArtboard%205_edited.png
Dança, Performance

Swan Fake

António Torres

«...também o belo perde toda a sua existência se lhe suprimirmos os efeitos da sombra.»

J. Tanizaki

SWAN FAKE toma como referência inicial SWAN LAKE e THE DYING SWAN, retirando alguns estímulos dos bailados, bem como o dramatismo, a expressividade e a artificialidade. Uma performance-selfie onde procuro retratar os traços de um cisne branco e negro, construindo um retrato de mim mesmo. Ambíguo entre géneros, provocador e exaustivo.

Classificação etária: M12

Duração: aprox. 40 min.

Espaço sem acesso a pessoas com mobilidade condicionada.

23 Abril 19H - Igreja de São Vicente

Ficha técnica e artística

Biografia //

Conceção, performance e figurino: António Torres.

Apoio dramatúrgico: Sofia Freitas Abreu.

Desenho de luz: Sara Garinhas, Mestre André.

Produção: António Torres.

Residências: O Espaço do Tempo, Luzlinar A.C., Rivoli, Escola Superior de Dança (Materiais Diversos), Musibéria e Centro Cultural do Cartaxo (Materiais Diversos).

coprodução: O Espaço do Tempo.

Apoio à criação: Materiais Diversos.

Agradecimentos: Pia Kraemer, Cristina Correia e Elisabete Paiva, Catarina Morla e Tiago Coelho.

Nascido em Esposende em 1987, licenciou-se pela Escola Superior de Dança (2014) e em Artes Performativas na ESTAL (2009), tendo ainda estado no Konservatorium de Viena,em Erasmus (2014). Integrou FALL, de Victor Hugo Pontes (2014) e CLOUDS AFTER CRANACH, de Esther Balfe (Cia. William Forsythe). Em 2015, interpretou THIS IS NOT A LOVE STORY, de Maurícia Neves (CCB) e ETERNURIDADE, de Amélia Bentes. No mesmo ano,co-criou com Ana Jezabel, OUTRO EM MIM QUE EU IGNORO (2015) e A IMPORTÂNCIA DE SER desNECESSÁRIO (2017). Participou em A SLOW DANCE WITHOUT NAME (2016) de Jacopo Miliani, como performer. Criou um solo sem título no projecto Campos da Dança no Festival Todos’16 e ENCARNADO em 2017, a convite da Madalena Victorino. Colaborou também com Rui Horta na abertura da exposição de Robert Schad. Interpretou WE ARE NOT SO PRETENTIOUS, cocriação com Bárbara Carlos e Maurícia | Neves (2017). Em 2018 colaborou com Lígia Soares na peça CUORE e iniciou o processo criativo do seu primeiro solo, SWAN FAKE. Destaca ainda ANJOS NO CABELO DO DIABO, encenação de Miguel Borges e TÚMULO DE CÃES, de Dinarte Branco. Ao longo do seu percurso, tem feito workshops com Alain Platel, Hoffesh Shechter, Jonathan Burrows, Doris Uhlich, Tânia Carvalho, Esther Balfe, Madalena Victorino, João Fiadeiro, Catarina Câmara, Peter M. Dietz, Tamara Cubas, Vera Mantero, Marlene M. Freitas, entre outros.

FFArtboard 8.png